Reparação dos polidesportivos vai começar por Frade de Baixo

O vereador socialista, António Moreira, desde há quatro anos que tem vindo a chamar a atenção para a situação em que se encontram os polidesportivos de Frade de Cima e de Frade de Baixo.

Falta de manutenção e obra de muito vandalismo, o certo é que estes equipamentos municipais se tornam incapazes de servir a população para aquilo que é a sua função: a prática universal do desporto.

Servindo os lugares mais afastados da vila, os polidesportivos não servem apenas para a prática desportiva, mas também como espaço privilegiado de lazer e de ponto de encontro de várias gerações. Têm uma função comunitária inclusiva importante para quem está isolado.

Na reunião de Câmara do passado dia 28 de maio, o vereador levou à discussão a falta de manutenção dos polidesportivos destes dois lugares: Frade de Cima e Frade de Baixo.

O vereador Carlos Jorge Pereira esclareceu que já estavam previstas a manutenção e reparação dos espaços e que vão começar pelo Frade de Baixo, aguardando apenas que o material necessário para a recuperação do espaço chegue.