Edifício Multiusos ganha uma utilidade na reta final de um mandato

A Autarquia aprovou, com a abstenção do PS, a cedência do Multiusos à Arpica para o funcionamento da sede do Projeto CLDS 4G.

O Projeto CLDS 4G – Contrato Local de Desenvolvimento Social 4ª Geração de Alpiarça, com 325 mil € para investir em estruturas de apoio social a crianças e idosos, foi atribuído pela segunda vez consecutiva à ARPICA – Associação dos Reformados, Pensionista e Idosos do Concelho de Alpiarça para coordenar este plano durante os três anos (2020 – 2023).

O CLDS tem funcionado na ARPICA, contudo, devido à situação de pandemia e para cumprir as normas de segurança exigidas pela Direção- Geral de Saúde, a Associação necessita do espaço ocupado por este organismo para por a funcionar o Centro de Dia separado do Lar.

Recorde-se que este edifício tem estado sempre “vazio”. Inicialmente, esteve pensado para acolher um espaço de apoio comunitário mas a Segurança Social não apoiou o projeto. Em maio de 2019, a Câmara avançou com um concurso para a exploração deste espaço que contou apenas com um interessado em explorar ali um bar .Contudo, a Câmara suspendeu o concurso porque aguardava a reabertura da estação dos CTT em Alpiarça e este era um local que estava em discussão para albergar os “novos CTT”. 

Os CTT foram para a Praça José Pinhão e o edifício envidraçado dos Paços do Concelho ficou vazio.

Com cedência a título de comodato, este edifício volta ao seu objetivo comunitário inicial até 2023. Sónia Sanfona absteve-se nesta votação porque considera que, a pouco mais de 3 meses de terminar este mandato, se condiciona uma solução de utilização do edifício, por um período ainda alargado – 3 anos.