COVID-19: Sete Casos e concelho com restrições apertadas

De três para sete casos ativos este é o aumento do número de infetados no concelho de Alpiarça.

Sete casos ativos, 4 óbitos e 24 recuperados é a situação COVID ao dia de hoje no concelho de Alpiarça. Com estes valores, Alpiarça ainda não faz parte da lista de concelhos em situação grave e com medidas restritivas. Contudo, a sua posição de “ilha”, rodeada por concelhos já pertencentes a esta lista vermelha ou que passaram a fazer parte dela nesta segunda-feira, dia 16, como é o caso de Almeirim, levaram a que o concelho fosse “forçado” a assumir medidas mais restritivas.

Quem o diz é a Resolução do Conselho de Ministros n.o 92-A/2020 que fixa “um critério de contiguidade territorial, na medida em que determinados concelhos, apesar de não se integrarem naquele critério do Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças, se encontram circundados por outros concelhos com um elevado número de casos.”

Se, pelos critérios do Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças – 240 casos por 100 000 habitantes – Alpiarça não se enquadra ( precisaria de chegar aos 17 casos), a proximidade a outros concelhos de risco obriga agora ao cumprimento das seguintes medidas adicionais mais restritivas:

• Eventos e celebrações limitados a 5 pessoas, salvo se pertencerem ao mesmo agregado familiar (estão excecionadas as cerimónias religiosas e os espectáculos culturais que decorram em recintos fixos de espetáculos de natureza artística);

• Os veículos particulares apenas podem circular na via pública para realizar as actividades permitidas por lei ou para reabastecimento em postos de combustível;

• Em todas as deslocações devem ser respeitadas as recomendações e ordens determinadas pelas autoridades de saúde e pelas forças e serviços de segurança;

• Estabelecimentos de comércio a retalho e de prestação de serviços encerram até às 22h00;

• Excepções (estabelecimentos que não são obrigados a encerrar às 22h00): Farmácias e locais de venda de medicamentos não sujeitos a receita médica, consultórios e clínicas, centros de atendimento médico veterinário com urgências, actividades funerárias e conexas, postos de abastecimento de combustíveis, exclusivamente para efeitos de venda ao público de combustíveis e abastecimento de veículos;

• Estabelecimentos de restauração encerram às 22h30 (6 pessoas no máximo por mesa, salvo se pertencerem ao mesmo agregado familiar);

• Estabelecimentos de restauração e similares exclusivamente para efeitos de entrega no domicilio, encerram à 01h00 (não podem fornecer bebidas alcoólicas);

Os Equipamentos culturais encerram às 22h30.