COVID-19: Começam hoje novas regras mas Alpiarça fica de fora…para já

Entraram em vigor às 00h00 desta quarta-feira, dia 4 de novembro, as medidas restritivas a que estão sujeitos os 121 concelhos do país que apresentam números de casos de infeção pelo coronavírus de 240 por cada 100 mil habitantes, um critério adotado pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças, ou se encontrem na proximidade com um outro concelho que preencha o critério quantitativo.

Dever cívico de recolhimento domiciliário, desfasamento nos horários de trabalho, teletrabalho obrigatório (excepto se houver impedimento por parte do trabalhador), restaurantes e estabelecimentos a fechar até às 22h30 (excepto bombas de gasolina, farmácias) e nos restaurantes não pode haver mais de 6 pessoas, proibida a realização de celebrações e outros eventos com mais de cinco pessoas (a não ser que pertençam ao mesmo agregado familiar) e a proibição da realização de feiras e mercados de levante, excepto se houver uma autorização concedida pelo presidente do município em causa.

A resolução do Conselho de Ministros 92 A/ 2020 publicada em DRE a 02-11-2020 prevê a revisão destas medidas de 15 em 15 dias, o que significa que concelhos poderão entrar ou sair desta lista .

Alpiarça está fora desta lista de concelhos, contudo, isso não quer significar que pode relaxar nas medidas. Alpiarça, assim como os restantes concelhos que não estão considerados como situação grave, devem cumprir a obrigatoriedade do uso de máscara (em espaços fechados e abertos nas circunstâncias determinadas e salvo as exceções referidas no Diário da República) e a permanência até 5 pessoas por ajuntamentos (excepto para agregados familiares). Para integrar esta lista de concelho de risco, Alpiarça tem de ter durante 14 dias, 17 casos ativos. Neste momento, e segundo a informação da Autoridade de Saúde Pública de ontem, dia 3 de novembro, o município já está com mais um caso de infeção, somando ao todo 4 casos ativos, 4 óbitos e 21 recuperados.

São sete os concelhos do distrito de Santarém que estão nesta lista de concelhos com imposição de medidas: Benavente, Cartaxo, Chamusca, Constância, Rio Maior, Santarém e Sardoal.