Vândalos à solta em Alpiarça

A destruição, na passada sexta-feira dia 2 de agosto, da cancela da Barragem dos Patudos que impedia o acesso de viaturas à zona pedestre levou o vice-presidente, Carlos Jorge Pereira, a expressar a sua revolta nas redes sociais.

Mas não é o único caso de vandalismo no concelho e no texto publicado nas redes sociais, o vereador vai enumerando os casos: “lixo deixado propositadamente fora dos contentores e que acaba espalhado pelo chão, colchões, sofás, pneus, sanitas, televisores, móveis, ervas secas, ramos de árvores, etc… abandonados indevidamente junto de caixotes do lixo” – a Câmara recolhe gratuitamente e porta a porta estes “monos” – e a destruição ou roubo de sinais de trânsito. Para não falar da destruição de equipamentos públicos no Casalinho, Frade de Baixo e Frade de Cima.

O vereador refere ainda a “regularidade” destes atos que ” demonstram um grande desrespeito por Alpiarça e pelos Alpiarcenses e têm de ser denunciadas publicamente pois não podem continuar a acontecer sem o conhecimento de todos”. Salienta ainda o “esforço em melhorar e preservar os espaços públicos, que são de todos, a falta de respeito pelos bens coletivos é uma constante. “

A autarquia já apresentou queixa na GNR.