Requalificação da Escola Secundaria José Relvas vê luz ao fundo do túnel

Na passada segunda-feira, dia 6 de agosto, Mário Pereira, presidente da Câmara Municipal de Alpiarça, esteve presente numa reunião na DGEstE ( Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares), com o objetivo de preparar a requalificação global da Escola EB2,3/Secundária de José Relvas. Nessa reunião, que contou ainda com a presença do Delegado Regional, Dr Francisco Neves, Engº Portugal, do Gabinete técnico de Alpiarça e Isabel Silva, diretora do Agrupamentos de Escolas José Relvas foram avaliados os procedimentos necessários à execução dos projectos técnicos de arquitectura e de especialidades para que a Câmara possa avançar com a candidatura ao financiamento a 85% do POR Alentejo para a realização das obras.

Recorde-se que em 2016, Alexandra Leitão, secretária de Estado adjunta da Educação, visitou a Escola EB2,3/Secundária de Alpiarça, tendo verificado a necessidade de obras urgentes. Na altura, garantia que até ao final do ano, assinaria um protocolo com a câmara municipal e anunciou mesmo um investimento de 3 milhões de euros de fundos comunitários.  Volvidos estes anos, serão investidos  cerca de 2 milhões de euros na recuperação de todo o edifício e espaços exteriores, verba esta que Mário Pereira diz que só é possível graças ao Pacto de Coesão da CIMLT com o POR Alentejo para a contratualizado de fundos comunitários.