Município de Alpiarça paga mais tarde a fornecedores

A Câmara Municipal de Alpiarça piora no 3º trimestre de 2017 o seu desempenho no que toca aos pagamentos aos seus fornecedores, demorando aproximadamente 5 meses a pagar as suas contas.

Publicada a 30 de outubro de 2017 pela Direção Geral das Autarquias Locais (DGAL), a lista dos municípios com prazo de médio de pagamento superior a 60 dias é referente ao final do 3º trimestre de 2017. Na mesma, podem observar-se os municípios de Alpiarça, Tomar, Sardoal e Golegã sendo estes os dois da região do Médio Tejo e outros dois do distrito de Santarém.

Em comparação com o período homólogo, pode verificar-se na lista uma redução significativa dos prazos aos pagamentos aos fornecedores, no entanto, em Alpiarça, não se confirmou a mesma tendência, tendo sofrido um aumento de três dias.

Na região do Médio Tejo e do distrito de Santarém, o Sardoal apresentou o menor valor (113 dias), seguido pela Golegã (127 dias), Alpiarça (166 dias) e Tomar (194 dias). Entre estes, Alpiarça e a Golegã foram os que sofreram aumentos nos prazos de pagamento.

Divulgada nos termos da legislação em vigor, nº 4, do artigo 23º do Decreto-Lei nº 25/2017 de 3 de março, a iniciativa contabilizou 305 municípios que contêm as suas informações validadas, dos quais constaram na lista 51 municípios que não estão em cumprimento do prazo estipulado.