Conselho de Finanças Públicas retira Alpiarça do ranking dos municípios mais devedores

O relatório do Conselho de Finanças Locais sobre a execução Orçamental da administração Local no 1º semestre de 2018, divulgado esta 5ª feira, colocou Alpiarça abaixo do limite de dívida total, ficando agora no RDT menor ou igual a 1.5, o que significa, em termo práticos, não ser obrigada a nenhum programa de saneamento financeiro.

Relativamente aos pagamentos em atraso, no primeiro semestre de 2016, o município de Alpiarça, tinha (dados em milhares de euros) 188 em atraso e no 2º semestre, 443. No ano de 2017 , o 1º semestre fixava os 599 enquanto que o segundo semestre quase duplicava, atingindo os 926. Neste 1º semestre de 2018, o município consegue reduzir para 873 ficando com uma variante de 14,3% face à receita efetiva de 2017 que foi de 6.094M, ou seja, a sua dívida é de 14, 3% da sua capacidade para pagar.
Quanto ao prazo de pagamento, Alpiarça leva entre 6 meses a um ano a pagar as suas dívidas. No quadro geral, Alpiarça mas não é dos piores municípios do país.

Este relatório refere que os pagamentos em atraso dos 308 municípios estudados aumentaram para os 108,7 milhões de euros, sendo que os municípios com maior taxa da relação entre a dívida e a receita, os que levam mais tempo a pagar.

Em números, no final de junho, 20 municípios tinham um milhão de euros em pagamentos em atraso e não paga há mais de 3 meses. Entre os municípios com maior esforço para pagar a dívida ficam, por exemplo, a Nazaré e Penafiel. Nazaré tem 18 milhões de euros de pagamentos em atraso que representam 140% da receita efetiva cobrada pelo município da Nazaré em 2017, ou seja, ficam acima da receita cobrada em todo o ano anterior.
Penafiel tem 16,6 milhões de euros de pagamentos em atraso e que representam metade (49,9%) da sua receita do ano passado. Quanto ao prazo médio de pagamentos dos municípios era de 30 dias em junho, sensivelmente o mesmo do que no final de 2017, embora para os municípios mais endividados, o prazo pode ascender ao ano.