Conferência nos Patudos desvenda coleção única de Eugénia Relvas

Decorreu no passado dia 2 de dezembro no Auditório da Casa-Museu dos Patudos uma conferência com o título de “Conversas com o Património Artístico – A Música (O)culta em Leques”, proferida pela professora Dra.Luzia Rocha da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova

Com uma breve apresentação da Casa e dos seus proprietários pronunciada por Nuno Prates, diretor da Casa dos Patudos, seguiu-se uma análise da coleção composta por 54 leques pertencentes a Eugénia Relvas, mulher de José Relvas, os proprietários da Casa dos Patudos. A tendência colecionista de D. Eugénia, levou-a a adquirir estes objetos datados dos séculos XVIII, XIX e XX e que escondem o seu gosto pela música. Ao investigar os leques, Luzia Rocha descobriu que todos tem representações de instrumentos musicais, tipos de músicos, danças ou ainda situações do quotidiano que indiretamente apelam à música. São leques que, para esta investigadora, são o registo da evolução e da utilização da música no mundo, sendo possível até precisar tipos de composições.

Ainda foram abordados temas como a origem, a história e a linguagem dos leques.