Começam hoje as obras no Mercado Municipal

Arrancam esta segunda-feira, dia 17 de junho, as obras de Requalificação e Adaptação do Mercado Municipal de Alpiarça.

Aprovada pelo Tribunal de Contas, a obra terá uma 1ª fase de trabalhos que durará 6 meses, uma empreitada que irá custar mais de 450.000 euros (IVA) e será comparticipada em 85% pelos fundos estruturais para a Regeneração Urbana.

Durante este período de 6 meses, o mercado manter-se-á em funcionamento com os vendedores nas lojas laterais, de acordo com a decisão tomada pelos vendedores e autarquia em reunião que decorreu no passado mês de maio.

Em nota de imprensa enviada para a nossa redação, o executivo refere que a recuperação e a reconversão do edifício “corresponde a uma necessidade objetiva identificada e à consequente intenção de melhorar as condições aos lojistas, vendedores e utilizadores, promovendo o comércio local, num espaço mais convidativo e acolhedor, possibilitando ainda novas ofertas económicas, sociais e culturais” – pode ler-se no texto.

A perder clientes a favor, sobretudo, das grandes superfícies, os vendedores do Mercado têm expressado a sua preocupação sobre a continuidade do espaço. Pedem mais divulgação e dinamização do espaço. No comunicado, o executivo, sem revelar projetos concretos, abre a possibilidade à utilização do espaço do Mercado Municipal a empresas, associações, mostras e feiras ou espectáculos com caráter regular.

Esta requalificação vai ainda permitir a intervenção no Largo Dr. José A. Simões. Seguirá uma segunda fase de obras, sem cabimento na candidatura ao PARU, para a qual a autarquia está a negociar os apoios com a CCDR- Alentejo.

Recorde-se ainda que a empresa que responsável por esta obra é a Miraterra, a única a apresentar proposta depois do concurso para adjudicação ter ficado deserto.