Barragem dos Patudos: Autarquia prepara Regulamento de Utilização e Discussão Pública

A Barragem dos Patudos voltou a ser tema de debate na última reunião de Câmara, trazido à discussão como ponto antes da Ordem do Dia pela vereadora socialista Sónia Sanfona que retomou as suas funções na última reunião de câmara no passado dia 29 de maio.

Em cima da mesa voltaram a estar duas propostas da vereação socialista: a discussão pública (avançada pela vereadora Sónia Sanfona na reunião de Câmara de 30 de dezembro de 2018) e o regulamento de utilização (proposta feita pelo vereador António Moreira em reunião de Câmara de 17 de outubro de 2018).

Referiu Sónia Sanfona que a discussão pública permite, além de avançar com propostas e sugestões para a limpeza da albufeira, levar toda a comunidade à participação e à defesa de um património comum e ainda alarga o debate a nível nacional. Mário Pereira, presidente da autarquia, afirmou que esta discussão, já assumida na última reunião da Assembleia Municipal, já está a ser preparada mas o executivo ainda não avançou mais por causa de um pico de morte de peixes que ocorreu há uns tempos e atrasou o processo.

Quanto ao regulamento de utilização, o vereador António Moreira considera urgente que haja uma forma de sensibilizar a comunidade para as boas práticas de utilização de um património de todos e que o único regulamento que existe é para a pesca e não é suficiente porque “a barragem não é só para os pescadores” – disse. Recentemente, o vereador colocou nas redes sociais fotografias de derrube de cancelas, lixo espalhado por várias zonas da Barragem, equipamento de pesca esquecido e o estacionamento de viaturas de forma “selvática”.

Em resposta, o presidente afirmou que o regulamento vai avançar mas considera que “o incumprimento das regras vai continuar”. Acrescentou que é difícil, para a autarquia, disciplinar este comportamento da população e até “a Secção de Pesca dos Águias têm a mesma dificuldade e têm um regulamento” – disse Mário Pereira.

Inquirido pela vereadora Sónia Sanfona sobre as diligências tomadas pelo executivo camarário junto da tutela para resolver o problema da limpeza da Barragem, o presidente afirmou que com a nomeação do novo Secretário de Estado do Ambiente, as negociações vão ser retomadas e já pediu uma reunião para se falar sobre a situação da barragem, da vala e dos diques.

Sobre a Barragem, o autarca referiu que não existe enquadramento prioritário para candidaturas a fundos porque os Patudos não servem o abastecimento humano, animal ou agrícola. A solução passa por conseguir, através do plano de valorização turística, alguma verba que faça face, por exemplo, recuperação da massa de água. Sónia Sanfona referiu que é fundamental resolver a questão da eutrofização ou da poluição da água porque não se pode apresentar neste estado a Barragem como produto turístico. Para a vereadora “são precisas mais atividades para tornar o espaço mais dinâmico e sustentável”.